segunda-feira, 23 de abril de 2018

SINTEPP REALIZARÁ TERCEIRO CONGRESSO, EM IGARAPÉ-MIRI

Prof. Israel Araújo
Editor (poemeiro@hotmail.com)



(Divulgação - Subsede de Igarapé-Miri)


SEGUE O EDITAL, DE CONVOCAÇÃO PARA O 3º Congresso Municipal dos Trabalhadores(as) em Educação Pública, que será realizado nos dias 24 e 25 de maio corrente (em Igarapé-Miri), trazendo como Tema central:

A EDUCAÇÃO PÚBLICA, O SINTEPP E A LUTA DA CATEGORIA: trajetórias, avanços e perspectivas históricas forjadas em um cenário de Golpes


EDITAL 005/2018, 23 de abril de 2018

O Presidente da Comissão Organizadora do 3º Congresso Municipal e o Coordenador-Geral da Subsede do Sintepp em Igarapé-Miri, no uso de suas atribuições e em atenção às disposições estatutárias, em especial o disposto nos Artigos 8º, I, “C”, e 13 e 14, resolvem:

ART. 1º Pelo presente, a Comissão Organizadora do 3º Congresso Municipal dos Trabalhadores(as) em Educação Pública e a Coordenação-Geral da Subsede fazem saber que a Subsede de Igarapé-Miri realizará, nos dias 24 e 25 de maio corrente, o citado 3º Congresso, cujo tema central é “A EDUCAÇÃO PÚBLICA, O SINTEPP E A LUTA DA CATEGORIA: trajetórias, avanços e perspectivas históricas forjadas em um cenário de Golpes”.
Parágrafo único: O Congresso terá a sua metodologia e programação definidas pela Comissão Organizadora, na qual estão previstas mesas temáticas, palestras, análises de conjuntura, Relatos de experiência, entre outras formas de exercício democrático acerca da atual conjuntura educacional local e nacional.

ART. 2º O temário do Congresso, de modo mais específico, e a análise da conjuntura educacional atual, como um todo, serão desdobrados, ainda, em Grupos de Trabalho, conforme segue:
I – Gestão democrática da educação (do sistema e das unidades);
II – Financiamento público da educação;
III – Profissionais não-docentes e perspectivas de valorização: o Plano de Carreira;
IV – Projeto “Escola Sem Partido” vs. a autonomia profissional;
V – A luta sindical e a atuação do Poder Judiciário;
VI – Diversidade e qualidade social da educação;
VII – Educação do Campo em curso em Igarapé-Miri (e na Amazônia);
VIII – Monitoramento/Avaliação do Plano Municipal de Educação 2015-25.

ART. 3º Poderão participar do Congresso, com direito a voz e voto, os trabalhadores em educação associados ao SINTEPP em Igarapé-Miri, os quais farão adesão prévia ao evento, mediante assinatura de documento específico a esse fim, de responsabilidade do Sintepp e encaminhado às escolas e demais locais de trabalho.
§ 1o Aos trabalhadores(as) que atuam na Educação pública, filiados ao Sintepp em Igarapé-Miri e que não tiverem acesso ao documento de que trata o caput deste artigo, é facultado se inscrever no dia da Abertura do Congresso, no ato de credenciamento do evento (24/05/2018, entre 08h e 11:30h).

§ 2o Haverá a oferta de vagas destinadas a interessados(as), não filiados ao Sintepp em Igarapé-Miri, para se inscreverem na categoria de Participantes (sem direito a voto), os quais podem ser profissionais da Educação pública, estudantes universitários de cursos de Licenciatura, militantes de movimentos sociais (ONG’s, Associações, Sindicatos, Cooperativas, outros), entre outros sujeitos interessados nos debates do Congresso.

§ 3o Não haverá cobrança de taxa de inscrição para participação no Congresso.
  
ART. 4º Este Edital entra em vigor nesta data, revogadas as disposições em contrário.

ART. 5º Registre-se, dê-se ao mesmo ampla divulgação, cumpra-se.


Igarapé-Miri (PA), 23 de abril de 2018



___________________________________
José Moraes Quaresma
Presidente da Comissão Organizadora



___________________________________
Israel Fonseca Araújo
Coordenador-Geral da Subsede












segunda-feira, 16 de abril de 2018

DA RESPOSTA DO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO, O BLOG "POEMEIRO" BUSCOU OUVIR LIDERANÇAS: A CONFERÊNCIA PRECISA SER DEMOCRÁTICA

A Nota seguinte foi divulgada semanas atrás:


SINTEPP CONVOCA O POVO PARA A PRÉ-CONFERÊNCIA DE EDUCAÇÃO

Companheiros e Companheiras, alunos, pais/responsáveis de Alunos(as), nesta sexta-feira, dia 06/4, tem a chamada “Pré-Conferência” de Educação, sendo que a da Cidade será realizada no prédio do GRUPO (prédio que fica em frente à sede da Prefeitura de Igarapé-Miri...), com início às 08h.
Considerando que a Ordem da SEMED seria para que SOMENTE 03 (TRÊS) de cada escola (ou Creche, cremos) pudessem participar, através de listagem das mesmas unidades (podendo ser integrante da Direção ou do Conselho Escolar); ora, deu pra entender que são pessoas quase “escolhidas”; sendo assim, a Pré-Conferência nada teria de DEMOCRÁTICA. E na Conferência Magna participam, com direito a Voz e a Voto somente DELEGADOS/AS ELEITOS NAS PRÉ...

Uma experiência profundamente antidemocrática; e isso não podemos tolerar.
Em tempos de GOLPES EM NOSSOS DIREITOS, não podemos nos calar ante desmandos dessa natureza. ASSIM SENDO, conclamamos o Povo a Participar desse importante momento de debates (as pré-Conferências); que possamos ir (pais e responsáveis de alunos, e alunos, p. ex., são fundamentais nesses debates, para tratar de Transporte e Alimentação Escolar, só para citar alguns exemplos) e que possamos ocupar esses espaços que são nossos. Se vc está de serviço nas escolas e creches, nesta sexta de manhã, negocie com sua Direção; não deixe de participar.
É preciso derrubar O AUTORITARISMO, avaliação que Educação Pública nós temos e se é, DE FATO, essa a que queremos. (Tem ainda Pré-Conferências no interior; vamos ocupar esses espaços)
Juntos somos mais fortes.

Prof. M.Sc. Israel Araújo (Coord. Sintepp)
(FIM)


Depois de pedir ao Secretário Reynaldo Aguiar (Educação) que a V Conferência de Educação de Igarapé-Miri seja aberta a todos(as), seja democrática de fato (e não seja uma experiência "na coxa", conforme parece estar anunciado, sendo realizadas de forma precária várias das Pré-Conferências e sendo a Conferência "Magna" de um só dia - 26/04), o SINTEPP recebeu resposta do Secretário Reynaldo (Of. 255/2018 - GS) na qual o Titular da SEMED diz que a Conferência "está sendo organizada pelo Fórum Municipal de Educação (FME)", que "não cabe a esta secretaria decidir pela organização da Conferência Municipal de Educação", entre outras. Nesse caso, fica subentendido que a SEMED realizará a Conferência de um só dia, em franco retrocesso (segundo esse sindicato) no que tange a uma conquista que já parecia legitimada pelos governos Dilza e Pina, que veio a ser enfraquecida nos governos Pé de Boto e Peso Pesado. Seguindo, agora, na atual gestão.

Nesse sentido, diante dessa realidade angustiante, este Blog buscou lideranças e um representante do Povo (Vereador) para se manifestarem sobre a questão. Seguem as perguntas e as Respostas:


Auricelia Castro (Secretária-Geral do Sintepp em Igarapé-Miri; Presidente do Conselho do FUNDEB)


P: 1 - Quais as maiores dificuldades vc vê na realização de uma Conferência de Educação de um dia somente?
R: 1 - A maior dificuldade é o tempo que não dá pra discutir o Plano Municipal de Educação sem ouvir a comunidade em geral. Todos sabemos que vivemos em tempo de instabilidade política em nosso município, devemos pensar e repensar o que é realmente se concretizou do Plano, no período de 2 anos, se realmente nossos gestores estão colocando em prática a parte que cabe a eles.
P: 2 - Como debater tamanha problemática em apenas um dia?
R: 2 - Não tem como debatermos em um dia, até porque as pré-conferências foram fechadas em 3 pessoas por escolas [em algumas, mais de três], sendo assim até os delegados e muito pequeno para debater e nem tem outros envolvidos da comunidade para discutir.

P: 3 - Como Presidente de um Conselho fundamental aos debates em torno de uma gestão democrática da Educação (CONS. DO FUNDEB), no que tange aos recursos, ao pagamento dos Salários etc., como vc vê esse seríssimo debate sendo feito em uma Conferência de Educação tão fechada? Não é muito contraditório?
R: 3 - No meu ponto de vista, não temos nada de democrático, quando você confere nos dedos quantas pessoas podem participar de uma pré-conferência. Se você esvazia uma pré-conferência não quer que o povo saiba como está indo a educação e como os recursos estão sendo gastos pelos gestores do município. Essa conferência de um dia é ruim pra todos os envolvidos na Educação e, principalmente, para a comunidade em geral, já que os mesmo não vão estar presentes pra dizer como realmente está acontecendo. Então o povo fica sem saber sobre os recursos do FUNDEB. Temos um exemplo bem claro, o que aconteceu no ano de 2017, que o recurso do FUNDEB sumiu e ninguém sabe que foi feito com nosso recurso.
_____________________________ xxx __________________________


PROF. JOSÉ JR.: (ex-Coordenador-Geral do Sintepp em Igarapé-Miri; Presidente do Conselho de Alimentação Escolar)

1 - Quais as maiores dificuldades vc vê na realização de uma Conferência de Educação de um dia somente?
2 - Como debater tamanha problemática em apenas um dia?

R: Essa conferência é a primeira após a aprovação do PME, logo exige de nós muito debate, avaliar o que foi alcançado no decorrer destes três anos de vigência e que passos serão dados no intuito de melhorar nossa Educação. Então, isso exige tempo, nós já vimos conferências realizadas em dois e até três dias, e que mesmo assim no final ficou difícil de cumprir com aquilo que foi proposto. Ter uma conferência em um dia, é já começar sabendo que não há a mínima condição de debater inúmeras metas e estratégias.
  
_____________________________ xxx __________________________


VER. IRMÃO NENCA (MDB):

P: 1 - Considerado sua atuação de Vereador, de fiscal da gestão, como o Sr. vê as oportunidades de a população poder participar democraticamente da Conferência de Educação - que será realizada em apenas um dia, o dia 26 deste mês?
P: 2 - Como está a mobilização da Câmara, dos Vereadores(as) para participar de um dia de debates, sendo que faz três anos que não se tem Conferência em Igarapé-Miri?

R: Peço desculpas por esse desrespeito que continuam fazendo com a educação de nosso município. Presidente, mobilização na Câmara [está] com desrespeito à Conferência... nem se comenta nas Sessões, nem pelo corredor da Câmara, parece q está tudo certo, mais use da sua inteligência, acompanhada da sua experiência pra ver o que pode mudar.
Conte comigo, vou estar lá no dia 26 [de abril, na Conferência].

 _____________________________ xxx __________________________


VADINHO (Josival Quaresma, liderança comunitária, integrante de Conselhos e Associação de Moradores):

P: 1 - Considerado sua experiente atuação em vários Conselhos de Controle Social, a exemplo do Conselho de Cultura, lhe perguntamos como o Sr. vê as oportunidades de a sociedade civil, os Conselhos e as Associações de Moradores(as) participarem da Conferência de Educação de apenas um dia somente?

R: Vejo que a Conferência de Educação em um dia, é um tempo muito curto pra que o povo possa discutir problemas e soluções para melhoria da Educação; vejo que a sociedade civil não terá voz, muitos assuntos vão ser encerrados por falta de tempo, e, com isso, ficará sem o povo ter a acesso a debater tais assuntos.
Na minha visão, como membro de entidades, tais como associação de moradores, APAE, membro de diversos Conselhos, vejo que fazer uma Conferência em um dia é um verdadeiro retrocesso, onde impossibilita nosso povo de poder sonhar com uma Educação de qualidade. No momento em que vivemos, vendo os problemas da educação cada vez pior, vejo que em três dias ainda não teríamos total êxito no debate, imaginem em 3 dias. O que digo aqui é com propriedade de conhecimento em Conselhos, debates em conferências. Espero que seja revista essa situação, que todos tenham acesso a discutir o futuro educacional do município. Fica aqui meu apelo.

 (FIM)

O Blog Poemeiro do Miri agradece as contribuições e reivindica uma Conferência de Educação verdadeiramente democrática.


quarta-feira, 11 de abril de 2018

IGARAPÉ-MIRI: SINTEPP PEDE CONFERÊNCIA DE EDUCAÇÃO DEMOCRÁTICA AO SECRETÁRIO REYNALDO AGUIAR


Prof. Israel Araújo (editor)

Nota: Este Blog esteve indisponível a postagens, há uns meses, por problemas técnicos (de login); por isso, está se reapresentando somente hoje.


A Nota abaixo, postada por este signatário, teve objetivo de chamar o Povo para ir às Pré-Conferências de Educação dos Distritos. Por exemplo, a do Distrito Cidade fora realizada no antigo "Grupo", atualmente Escola de Artes "João Valente do Couto", e contou com pouquíssimas pessoas. Dos sete Eixos de discussão propostos pela organização, apenas três tiveram debates. Em um deles, sobre a "Valorização dos Profissionais" da Educação, apenas este professor esteve para debater. A Nota, amplamente divulgada no Facebook, dizia:


SINTEPP CONVOCA O POVO PARA A PRÉ-CONFERÊNCIA DE EDUCAÇÃO

Companheiros e Companheiras, alunos, pais/responsáveis de Alunos(as), nesta sexta-feira, dia 06/4, tem a chamada “Pré-Conferência” de Educação, sendo que a da Cidade será realizada no prédio do GRUPO (prédio que fica em frente à sede da Prefeitura de Igarapé-Miri...), com início às 08h.
Considerando que a Ordem da SEMED seria para que SOMENTE 03 (TRÊS) de cada escola (ou Creche, cremos) pudessem participar, através de listagem das mesmas unidades (podendo ser integrante da Direção ou do Conselho Escolar); ora, deu pra entender que são pessoas quase “escolhidas”; sendo assim, a Pré-Conferência nada teria de DEMOCRÁTICA. E na Conferência Magna participam, com direito a Voz e a Voto somente DELEGADOS/AS ELEITOS NAS PRÉ...

Uma experiência profundamente antidemocrática; e isso não podemos tolerar.
Em tempos de GOLPES EM NOSSOS DIREITOS, não podemos nos calar ante desmandos dessa natureza.
ASSIM SENDO, conclamamos o Povo a Participar desse importante momento de debates (as pré-Conferências); que possamos ir (pais e responsáveis de alunos, e alunos, p. ex., são fundamentais nesses debates, para tratar de Transporte e Alimentação Escolar, só para citar alguns exemplos) e que possamos ocupar esses espaços que são nossos. Se vc está de serviço nas escolas e creches, nesta sexta de manhã, negocie com sua Direção; não deixe de participar.
É preciso derrubar O AUTORITARISMO, avaliação que Educação Pública nós temos e se é, DE FATO, essa a que queremos. (Tem ainda Pré-Conferências no interior; vamos ocupar esses espaços)
Juntos somos mais fortes.
Prof. M.Sc. Israel Araújo (Coord. Sintepp)


Pois bem, a credibilidade da organização das Pré-Conferências esteve tão bem visível a ponto de não ter havido a Pré do Distrito Meruú-Açu (povo se recusou a participar de uma Pré-Conferência "na coxa", sem chamada para as entidades, para o povo em geral). Os presentes pediram uma Pré-Conferência democrática e que seja realizada nesta sexta, 13, no Mutirão (Ponta Negra, que, por sinal, é a sede desse Distrito; coisa que a organizadora possivelmente esqueceu ou desconhecia). SEMED, até hoje, não teria respondido a essa solicitação. Sobre este caso, especificamente, o SINTEPP, em Assembleia de 09.4, informou que radicalizará, caso a Gestão da SEMED se recuse a realizar a citada Pré-Conferência.
No Maiauatá, a situação foi parecida com a do Distrito Cidade; poucas, muito poucas pessoas. Um retrocesso sem tamanho, haja vista que a uma Conferência de Educação é uma conquista democrática.

Diante desses casos gritantes de anti-democracia, diante da ausência de resposta do Titular da SEMED, Reynaldo Aguiar, que não atendeu e nem respondeu (sequer) negativamente à solicitação do citado Sindicato (documentada, protocolizada em 03 de abril...), sobre essa matéria, assim como sobre outras, o SINTEPP encaminhou outra solicitação ao mesmo, na manhã de hoje (11 de abril), solicitando que o Secretário não realize a Conferência de Educação de apenas um dia. Que aceite, se possível, um formato de Conferência de Educação mais decente e democrática, sendo em três dias. Inclusive, o sindicato sugere um formato (somente sugere) onde seja possível haver Palestras, mesas-redondas, painéis, análises de conjunturas, às mesas não somente o Governo (SEMED), mas também protagonistas da Educação do Campo (maior excerto de nossa política educacional...), membros de sindicatos (SINTEPP à frente), lideranças de movimentos sociais, estudantes universitários, conselhos constituídos (Conselhos do FUNDEB, de Alimentação Escolar...), pesquisadores(as) das universidades e locais, entre outros.

O REQUERIMENTO foi encaminhado e protocolizado hoje, mesmo, junto à SEMED, sendo que o sindicato aguarda a resposta do Secretário Reynaldo. Os desdobramentos dessa questão, dessa (até hoje) ausência de democracia na Conferência de Educação, serão informados mais e mais aqui.

Boa Noite.


quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

CAOS NA EDUCAÇÃO 2017 - NA JUSTIÇA, SINTEPP COBRA PAGAMENTO DE DEZ. 2017


(Cópia do Protocolo - Sintepp - em 16 de jan. 2018)


O ano de 2018 começou, mas o de 2017 não terminou. Simples assim. Esse é o caso que os trabalhadores e as trabalhadoras em Educação Pública da rede de ensino de Igarapé-Miri, bem como (e sobretudo) os alunos(as) e todos os demais membros da comunidade escolar estão enfrentando. De todas as travessuras realizadas pelas equipes do Governo Pesado para Igarapé-Miri, essa é a mais emblemática, posto que prejudicial e humilhante de todas.

O ano letivo de 2017 NÃO TEVE FIM, ainda. "Barqueiros" e demais servidores da Educação, sob os comandos de Peso Pesado-PMDB, Carlos Castro (o Carlão) e Rosa Costa (esposa do próprio prefeito Pesado), que laboraram em 2017, estão sem ver seus devidos salários há meses: efetivos-estáveis não receberam o dezembro de 2017; já contratados, sem que saiba ainda quantas centenas, ficaram sem receber salários de vários meses. Há relatos de que alguns profissionais também não receberam pelo trabalho realizado (PASMEM!!!) ainda no primeiro semestre, segundo confidenciou ao Blog Poemeiro do Miri, hoje, uma fonte segura, que trabalha no meio rural. E, do segundo semestre, podem ser várias centenas que NÃO RECEBERAM pelos serviços prestados nos meses que compreendem agosto a novembro. O mês de dezembro foi pago aos Contratados(as), segundo informou, em Audiência Pública, o atual Titular Interino da Secretaria de Educação, Reynaldo Aguiar.

A situação de caos, anunciado e bem visível a todos, levou o sindicato que representa a Categoria (o SINTEPP - Sindicatos dos Trabalhadores(as) em Educação Pública do Pará) a ENTRAR COM AÇÃO JUDICIAL, na Comarca de Igarapé-Miri, cobrando o devido pagamento de dez. 2017. O Sintepp está provando à Justiça que os salários dos efetivos estavam saindo com atrasos e que o mês de novembro passado só foi creditado perto do fim do mês de dezembro, sem contar, como já afirmado, que o mês de dezembro dos efetivos não foi pago até estes dias.

Das várias reuniões já feitas com integrantes do Governo Interino, desde 07 de dezembro, umas delas com a intervenção do Ministério Público (MP) na pessoa do Promotor Titular Daniel Barros, resta feito um TAC - TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA, firmado entre MP e Prefeitura Municipal-SEMED (em 13.12.17), com a participação do SINTEPP. O objetivo maior está circunscrito a: garantir a conclusão do Ano Letivo 2017, sem lesar os educandos; garantir pagamentos aos Servidores, de acordo com a disponibilidade financeira do ente municipal; levantar dados do quantitativo de Contratados, sobretudo do segundo semestre (RECADASTRAMENTO), vez que a imensa maioria destes alegava não ter recebido nos meses do segundo semestre (até Audiência Pública foi realizada pelos sindicatos rural (STTR) e SINTEPP, em 30.10), entre outros.

Agora, depois da cobrança do SINTEP na Justiça, será a vez do Ministério Público também acionar o Poder Judiciário, pela extensão dos efeitos. Mas a "coisa", no dia de hoje, tomou ares de mais "confusão" municipal: o Prefeito Afastado (02 VEZES) pela Câmara Municipal, Peso Pesado-PMDB, o Sr. Ronélio Quaresma, conseguiu uma decisão em liminar (no Tribunal de Justiça do Estado do Pará, TJE-PA), favorável à sua recondução ao Cargo, o que levou auxiliares seus a querer, DESDE LOGO, BEM CEDINHO, as chaves das salas do Prédio da Prefeitura; e levou seus seguidores a *apaixonativos militantes a fazer "carreatas" de amor nas redes e nas ruas. E isso tudo com base somente no primeiro afastamento. Tem mais o segundo; e tem Ação Judicial de hoje, na Comarca de Igarapé-Miri, por IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA...

O Blog Gazeta Miriense repercutiu essa conquista da Liminar:

Foi divulgada nesta manhã [17.01] a decisão do Desembargador Luiz Neto favorável ao retorno do Prefeito Toninho Peso Pesado em relação ao primeiro afastamento do cargo, realizado em dezembro do ano passado. Segundo a decisão(...), o relator substituto da Dra. Ezilda Pastana Mutran, entende que não cabe afastamento com base na Lei de Improbidade, só se for usando o Decreto-Lei 201/67, e de forma precária decide suspender o afastamento até melhor análise da relatora ou da turma de direito público (...).
O mesmo conceituadíssimo Blog se reportou ao Caos gerado na Educação e à Ação Judicial do SINTEPP, como segue:
E a educação está em situação pior. Como Pesado fez uma farra com o dinheiro do FUNDEB em 2017 não sobrou quase nada para quitar o salário de dezembro e para usar o dinheiro de 2018 só com ordem judicial. E foi isso que fez o SINTEPP, que ingressou ontem na Justiça com uma ação de cobrança para obrigar a Prefeitura a usar o dinheiro deste ano para quitar os salários do ano passado. Vejam cópia do pedido que foi protocolado e está sob análise da Justiça. (...) Cabe lembrar que o fornecimento de combustível, de medicamentos e de outros bens só não foram paralisados em face de acordos feitos pelo prefeito interino. E até mesmo o MP aceitou fazer um TAC - Termo de Ajuste de Conduta com relação aos salários em atraso, com situação que também já estava na Justiça(...).

__________________________
E segue a vida, às vezes em doloridas doses de suor e poesia (nem que seja à força). Povo deverá ir às Ruas.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Mamangal vence Campeonato de Solteiros e Casados, no "Poeirão"

Texto e fotos: Amanda Miranda (Colaboradora)




No último domingo, 14/01, no campo do “Poerão”, localizado no Ramal do Santo Antônio, ocorreu o Campeonato dos Solteiros e Casados, Campeões das Localidades.

O Campeonato, teve início com uma singela homenagem ao saudoso João Viana, ele que foi um dos idealizadores e também jogador do time do Santo Antônio. O evento, que já é uma tradição e vêm ocorrendo anualmente, tem sido organizando pelos representantes de cada localidade, e disputado pelas mesmas, que são: Mamangal-Grande, Cambeua, Suspiro, Itamimbuca, Ramal da Ponte, Mamangal-Mirim, Santo Antônio e Japuretê.

A premiação ficou assim representada: Em quinto lugar o time do Japureté, recebeu como prêmio as medalhas; em quarto lugar, o time do Cambeua, que recebeu como prêmio o valor de R$ 100,00; o terceiro lugar ficou para o time do Santo Antônio, com o valor de R$ 400,00; o segundo lugar foi para o time do Mamangal-Mirim, com o prêmio de R$ 750,00, e o grande vencedor do Campeonato foi o time do Mamangal-Grande, que recebeu como prêmio o valor de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais).


Parabéns a todos os times que participaram, em especial ao grande vencedor, assim como  aos organizadores, Sr. José Maria (Preto) e Sr. João Miranda  (Tamburão).


______________________________
O Blog Poemeiro do Miri parabeniza a tds pelos investimentos no Esporte, na integração entre as comunidades, através do Futebol pelada.


quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

"Situação do Município": Prefeitura chama para AUDIÊNCIA PÚBLICA - VAMOS SABER DO CAOS?

Prof. Israel Araújo (editor)





Dias atrás, nós divulgamos a seguinte Nota, em especial à Categoria de Trabalhadores/as em Educação Pública que atuam na rede de ensino de Igarapé-Miri (PA), mas, claro, esse caos gerado pelo Governo Peso Pesado/PMDB, em 2017, atinge a todos/as, indistintamente. Até empresários, comerciantes podem estar levando o prejuízo, pois suas rendas devem ter caído um pouco, em razão de Igarapé-Miri ter Servidores Públicos Municipais há cerca de cinco meses sem receber. E podem ser centenas. Segue a Nota:

NOTA À POPULAÇÃO (EM ESPECIAL, AOS SERV. DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL):

Companheiros e Companheiras; neste dia de hoje, 26/12, buscamos, mais uma vez, o Secretário de Educação (Reynaldo Aguiar), para saber dos resultados do Recadastramento dos Serv. Contratados/as. O prazo para repassar os dados ao SINTEPP/IGARAPÉ-MIRI é hoje. O fato de haver o Recadastramento decorre de ajustes de conduta feito entre a Prefeitura e o Ministério Público, no qual o Sintepp tomou parte, para tentar garantir:


a) os 200 dias de aulas a que nossos alunos/as têm direito;
b) o serviço de transporte escolar (paralisado em quase todo o Município);
c) meios de pagar os Servidores/as (o caso dos Contratados/as de agosto até nov./2017 é bem conhecido de todos nós);
d) além disso, haver diálogos entre os governantes e o Sintepp (em nosso caso, mas o diálogo deve ser com todos...), para que seja restabelecida a ordem democrática (pois o Governo fez uma espécie de Estado de Exceção, de janeiro até 06/12/2017), sendo que, havendo reuniões, tentativas de Acordos, podem ser encontradas saídas, mesmo que não houvesse mais recursos financeiros para pagar os Servidores/as (caso mais grave de todos), ainda assim o Povo deve ser informado, prestações de contas etc. devem ser feitas.... (entre outras)

Assim sendo, por volta de amanhã (27/12) deve ser informada a População, por parte do Secretário Reynaldo (Educação), de encaminhamentos que serão tomados pela Gestão, depois de avaliados os RESULTADOS DO RECADASTRAMENTO feito entre 13 e 15/12, sobretudo acerca do caso dos SALÁRIOS ATRASADOS. O Povo precisa de respostas... Esta Nota é uma manifestação nossa, da parte do Sintepp, depois de termos buscado os Secretários de Administração (Antonildo Nahum) e de Educação, já citado, buscando meios de responder aos incontáveis questionamentos da População, sobretudo dos Serv. da Educação Municipal... 26/12/2017 / Prof. Israel Fonseca Araújo (Sintepp)

Agora, conforme a imagem acima, a Prefeitura de Igarapé-Miri, sob a responsabilidade de Antoniel Miranda, chama o Povo para uma Audiência Pública que será realizada nesta sexta, 29/12, no Centro Cultural "Pinducão" (anexo do Estádio "Bianor Palheta").

O Povo precisa saber o que aconteceu com o dinheiro da Educação, p. ex., pois já são perto de 54 milhões de reais recebidos... Servidores contratados/as dessa "pasta" estão há mais de 05 meses sem receber... Aulas paralisadas, "barqueiros" sem receber devidamente etc.

E agora, é hora ou não de obtermos respostas?

____________________ Até mais










quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

ESCOLA "ARACI CORRÊA", EM VILA DE MAIAUATÁ: ELEIÇÃO PARA DIREÇÃO "SALVOU" UM ANO DE TREVAS NA EDUCAÇÃO DA TERRA DO AÇAÍ (??)

Israel F. Araújo (editor; poemeiro@hotmail.com)


Hoje quero agradecer primeiramente a Deus, e a Comunidade Escolar da Escola Araci por depositar confiança em nossa chapa para estar à frente da Escola Araci. Nossa missão é fazer o melhor pela nossa escola. Agradeço também ao Conselho Escolar e à Comissão eleitoral, pela condução maravilhosa deste processo. Obrigado a todos; que, juntos, possamos construir uma gestão democrática para a felicidade da comunidade escolar


A epígrafe acima é uma mensagem divulgada em redes sociais (um post), do Professor José Maria Nazareno de Castro Pantoja, o professor "Alemão", falando da vitória nas urnas, na eleição para a Direção e Vice-Direção da Escola Municipal "Araci Corrêa Santa Maria", em Vila Maiauatá. A votação aconteceu no dia de hoje [este texto é de terça, 19/12].

A companheira de chapa de José Nazareno, nesse processo, é a também pedagoga Professora Andréa Gizane Amaral. Ambos são de Vila Maiauatá e lá já trabalham há anos. Ambos têm experiência de trabalho na citada escola. Depois de um processo eleitoral aberto em 2015, e paralisado por decisão da Comissão eleitoral e do Conselho escolar, nesse mesmo ano, neste 2017 o mesmo Conselho Escolar deu o ponta-pé e convocou a Comunidade escolar e iniciou, mais uma vez o processo, constituindo-se a Comissão Eleitoral, nos termos da Lei Municipal 5.102/2015, a qual determina que escolas municipais realizem processos de eleições para definir quem assume a gestão dessas unidades escolares (caso de terem ao menos 300 alunos matriculados e de ter Projeto Político-Pedagógico construído e em curso); essa Comissão é um grupo de trabalho do Conselho escolar ou equivalente da unidade escolar.

A realidade vivida, hoje [19/12], pela escola "Araci" deve ser comemorada, pois os processos de eleições para a Direção das escolas municipais, na Terra do Açaí, estão ainda muito travados. Basta ver o caso das escolas urbanas, maiores da rede, tendo apenas três com gestores/as eleitos/as ("Raimundo Emiliano", "Aristóteles Emiliano"/Ginásio e "Perciliano Tourão"), até estes dias.

Assim, segue nossa própria manifestação em grupos de "zap"/"zap" sobre a votação de hoje, na "Araci":

Finalizado o processo de votação p Direção e Vice na Escola Araci Corrêa Santa Maria, em Vila Maiauatá, é possível perceber uma importante adesão dos eleitores/as; pais e responsáveis vindo de longe p votar, para decidir. O processo teve apenas uma Chapa inscrita, com o professor José Nazareno/Alemão e professora Andréa Gizane. Queremos salientar o trabalho dedicado, competente, criterioso da Comissão eleitoral, ajudada pelo Conselheiro Escolar. Parabéns a tds, em nome de nossa amiga Benedita Fonseca, do Conselho, e dos candidatos citados. Viva a escolha democrática / Professor ISRAEL


É uma árdua Luta, de remar contra um pesada maré "política"; contra tais e tais interesses, mas estamos (as comunidades escolares, com tantas ajudas) vencendo alguns obstáculos.

Parabéns a tds. Felicidades à escola "Araci", aos candidatos eleitos/as.

_______________________ Isso, mesmo.